Eterno, infinito e pra sempre amor

17:47


Eu pedi tanto a Deus um eterno amor que ele me deu. Demorei a perceber que na Terra não se faz pra sempre. Entende, o que eu quero dizer? Quando tudo se faz terreno, surgem muitos poréns que nos impedem de tornar o pra sempre pra sempre.

Nando escreveu. Cássia eternizou. "O pra sempre, sempre acaba". Mas desconfie! Tudo depende do ponto de vista. Exatamente, como Deus - ou espiritualidade que for - ensina. Sempre, existe bênção (chame como preferir) em tudo, definitivamente, tudo que acontece em nossas vidas.

E tudo, definitivamente, tudo que clamamos com fé, acontece. Aliás, cada desejo íntimo, até quando meio distraído, de repente real se torna. Talvez por sermos desatentos, não conseguimos perceber esse de um tanto com a precisão que gostaríamos.

Acontece que nos perdemos em por menores que diante do "pessimismo diário" acabam tomando conta. E então, esses pequenos detalhes se tornam gigantes diante do simples tão, tão, tão mais importante. Tão, tão, tão repleto de amor.

Sim. Eu entendo. Eu te entendo. Nós somos de um tamanho muito imperfeito. E por isso, por mais que tenhamos a exatidão dentro do peito de como devemos ser gratos pela vida, ainda assim perdemos a fé (ou como queira chamar) pelo meio do caminho. Mas o fato é de que se você prestar atenção, eternos existem sim. E como escreveu John Green, "alguns infinitos são maiores do que outros".

Agora. Por que eu estou dizendo tudo isso? Porque a vida inteira eu pedi por um eterno amor. Um amor que me preenchesse pra sempre. Que me acompanhasse em todos os momentos soprando inspiração nos meus ouvidos. Eu pedi tanto com tanta força que Deus foi imensamente generoso comigo. E como eu demorei pra perceber e agradecer. Como eu demorei pra entender.

Quando um amor se vai para outra dimensão, ele se torna tão infinito quanto o céu. É um infinito imenso. Um infinito de fato infinito. É um infinito que na Terra poderia se tornar finito porque por aqui existe uma ideia errada de que o "pra sempre, sempre acaba".

A vida é feita de ciclos. E como Nando escreveu e Cássia cantou, sim, o pra sempre acaba. Acaba porque quando estamos na Terra, esquecemos que tudo, exatamente, tudo é perfeito como deve ser. Quando estamos na Terra, e alguém precisa caminhar em outra direção, não entendemos. O amor se transforma em orgulho, vaidade, possessão. Na verdade, conforme o que acreditamos, também não entendemos a separação que leva "pra sempre". 

De qualquer forma, sei que você me entenderá. Ou talvez, não. Afinal nem todos por aqui temos a certeza de que a vida continua após a "morte". Mas o fato é que Deus me atendeu.

Eu nasci nesse mundo e nesse mundo conquistei um amor que quebrou barreiras. Que me ensinou muito sobre vida, morte, gratidão e fé. Um amor que podia não ter dado tão certo se continuássemos os dois no mesmo plano (dentro daquele formato casar e ter filhos). Um amor que fez com que eu também me apaixonasse por mim mesma. Um amor que me trouxe uma certeza de que sou capaz, sim! E me tornou mais forte.

É. Meu Deus, obrigada por esse amor. Por esse amor que continua sussurrando lições de mansinho. Por esse amor inspirado em poesia que transcendeu o "seja eterno em quanto dure". E se fez infinito para sempre.

Você também vai gostar

0 comentários

rodapé

rodapé

Manda um alô!

Posts recentes

Facebook