É o que você faz comigo

15:03


Se eu chegar aos 30 e ainda estiver sozinha, vou pensar que se fez a profecia. Vou olhar a minha volta e desejar um presente perfumado com o nosso passado.
Vestidos de branco, despidos de medo, repletos de desejo. Uma paixão proibida que tentava, latejava, sorria.
E sorrimos em êxtase. Dançamos, cantamos, gritamos pra quem quisesse ouvir. Em meio a multidão, fomos dois amantes desconhecidos. Entre quatro paredes, nos tornamos apenas um.
Lembro como se o tempo não tivesse corrido. Lembro como se eu não tivesse corrido pra tão longe de você. Nem mesmo aviões, trens e carros poderiam resolver. Eram mais do que simples milhas a nos separar.
E te guardei num canto escondido. Tive a esperança de perder esse romance adolescente por aí. Mas nada apagaria o que você fez comigo. O que você faz comigo. O tempo todo, te sinto.
Do fundo ao mundo. Do nada ao tudo. E daquelas lições que um homem ditou a uma menina, tantas lembranças perfumadas que já mulher respira.
Ah, se eu chegar aos 30 e ainda estiver caminhando sozinha...

Você também vai gostar

0 comentários

rodapé

rodapé

Manda um alô!

Posts recentes

Facebook