Cultive nuvens de algodão doce

18:00


A saudade é como uma nuvem. Por isso, te digo: cultive nuvens de algodão doce. Daquelas bem branquinhas recheadas de lembranças açucaradas. Daquelas que ao pôr do sol ganham nuances de rosa, amarelo. E dançam na imensidão do azul em meio a majestosos raios que aquecem paisagens e corações.

Cultive nuvens de algodão doce que sejam alicerce para enfrentar possíveis e prováveis tempestades. Que levem para longe a escuridão das nuvens carregadas de dificuldades.

É preciso chorar, aliviar a alma. Permita a enxurrada de lágrimas sempre que o céu acinzentar. Mas não esqueça de cultivar nuvens de algodão doce.

O tempo fecha para todos, pois precisamos crescer com as adversidades. E a natureza é uma analogia sincera aos sentimentos humanos. Renove-os!

Quando nuvens de preocupação invadirem a vida, desanuvie.

A saudade é como uma nuvem. Passageira de recordações. Nostálgica e mágica. Parte de outras tantas memórias. Cultive as de algodão doce, quanto mais elas crescem, mais sorrisos iluminados reluzem em meio ao amargo que estiver pelo caminho.

Uma foto publicada por Carolina Schubert (@dontaskmewhy.blog) em

Você também vai gostar

0 comentários

rodapé

rodapé

Manda um alô!

Posts recentes

Facebook